Concerto de abertura do 36º Festival Música em Leiria com o Ensemble Darcos e Maria João dia 16 de Março no Teatro José Lúcio da Silva

Ensemble Darcos e Maria João no Concerto de abertura do 36º Festival Música em Leiria, que decorre ao longo de 6 semanas, cruzando diferentes géneros musicais.


O Festival Música em Leiria de 2018, constituído na sua maioria por concertos musicais, tem também presente a dança, com a apresentação, em antestreia, da peça de “A meio da noite” da Companhia Olga Roriz, e decorre ao longo de 6 semanas, cruzando diferentes géneros musicais. 

Apostando numa lógica de interculturalidade e internacionalização, pretende-se tevar à região de Leiria artistas e projetos artísticos de relevo no panorama nacional, completada com a presença de uma artista universalmente elogiada – Ute Lemper – criando ainda espaço para a presença de projetos formativos e para divulgação de jovens talentos nacionais. 

A presença de artistas nacionais já consagrados e mais representativos nas suas áreas de intervenção, como é o caso de Maria João, Nuno Côrte-Real, Nuno Pinto, Sérgio Carolino, João Gil ou Olga Roriz, é complementada com a participação de jovens músicos ainda em fase de formação, como é o caso da Orquestra Estágio de Sopros de Leiria, dirigida por André Granjo e do Coro da Universidade de Aveiro, e ainda de jovens músicos em início de carreira. 

A partilha de experiências artísticas entre músicos consagrados, estudantes e até estruturas locais não profissionais, como é o caso do Coro do Orfeão de Leiria, são momentos únicos de enriquecimento pessoal, social e artístico, permitindo interações artísticas e culturais e ao mesmo tempo mantendo uma filosofia de cruzamento de géneros musicais. 

A importância dada à criação e valorização do património musical português está presente em diversos programas, desde logo no concerto de abertura – Agora Muda Tudo, de Nuno Côrte-Real, ou na Ketevan Cantata de Vasco Negreiros, em estreia nacional e que conta com a participação de músicos indianos, vindos propositadamente para o concerto, tal como no programa das Portugoesas que será apresentado no Teatro Stephens, na Marinha Grande, ou ainda com a obra Missa Brevis de João Gil, que será apresentada na Igreja do Mosteiro da Batalha

A dispersão dos diversos locais dos concertos, dentro e fora de Leiria, para lá de pretender chegar e captar um número mais alargado de público, contribui também para valorização das infraestruturas culturais e do património histórico existente na Região. Em 2018 manter-se-ão concertos nos concelhos da Batalha e da Marinha Grande, para além de Leiria. 



Concerto de abertura do 36ª Festival Música em Leiria com o Ensemble Darcos e Maria João, dia 16 de Março, às 21h30, no Teatro José Lúcio da Silva 


Há dez anos que a Temporada Darcos apresenta o que de melhor existe em Portugal na música clássica. É neste contexto de celebração, que o premiado escritor José Luís Peixoto aceitou o convite para escrever uma mão cheia de versos para a voz da inconfundível Maria João

Com música original e direcção do maestro Nuno Côrte-Real, a cantora será acompanhada em palco pelo ensemble Darcos – grupo de câmara que se tornou um marco no panorama musical português. Agora muda tudo é um novo ciclo de canções, situando-se esteticamente entre a música contemporânea, o jazz e o popular. 

Da poesia, poderá dizer-se que são novos versos buscando horizontes, memórias de amor e outras, sonhos, questionando o presente e o futuro incerto; da música, de ilha sonora em ilha sonora, são sons que interrompem a dissonância e trazem a melodia para um lugar sensível, onde o canto se manifesta com ternura. Interpretadas pela voz ímpar de Maria João, que oferecerá às canções contornos selvagens de improvisação. 

De convites a reconhecidos solistas e orquestras nacionais e internacionais, ao desenvolvimento de um trabalho distinto com o ensemble Darcos, esta décima edição homenageia todos aqueles que dedicaram o seu tempo, motivação e inspiração para que estes dez anos fossem uma realidade. 

Classificação etária: M/6 

Bilhetes 
Plateia e 1.º balcão: €15,00
2.º balcão: €7,50





Comentários