O Sol abençoou o arranque do Caparica Primavera Surf Fest, com um grande ambiente em terra e água

Inauguração oficial do Caparica Surf Fest não podia correr de melhor forma e com uma mensagem positiva: Aposta no futuro e no presente. 

Caparica Capital do Surf: mais de 50 provas de ondas previstas para este ano de 2018 com o apoio da Câmara de Almada consagrados em 22 protocolos. 



Realizou-se na manhã de ontem, a cerimónia de assinatura de protocolos de desenvolvimento desportivo na abertura oficial do Caparica Primavera Surf Fest onde estiveram presentes a Presidente da Câmara Municipal de Almada Inês de Medeiros e o Vereador do Desporto João Couvaneiro, assim como órgãos do município. 

22 clubes marcas e empresas assinaram protocolos em que a CMA apoia a organização de cerca de 50 provas no ano de 2018, compreendidas diversas modalidades de onda contribuindo e afirmando cada vez mais a Costa da Caparica como a capital do Surf.




Surfistas nas ondas e artistas em palco. Uma sala a esgotar e primeiras finais desportivas.

Hoje dia 23 de Março já decorreu o segundo dia da 1º Etapa Nacional do Desporto Escolar nas disciplinas de Surf, Bodyboard, Skim. E claro, o excitante Europeu de Bodyboard. No segundo dia de concertos dos Os Quatro e Meia, Mishlawi e o tão aguardado regresso de Slow J à Costa da Caparica prometem Festa. O final da noite está reservado ao Dj Set da dupla da rádio Bons Rapazes.


Daniel Fonseca, Manuel Centeno, Hugo Pinheiro, Gonçalo Pinheiro, Dino Carmo C. Mariano 
Foto: Gonçalo Silva 




Bodyboard de elite na Caparica

O Caparica Primavera Surf Fest 2018 arrancou ontem com o Circuito Europeu de Bodyboard, marcado por muitas ondas, vento forte, com os principais candidatos a passar os seus heats e a sustentar a emoção para os próximos dias de festival. 

O Caparica Primavera Surf Fest prima essencialmente pela igualdade de género o que a novidade desta edição desportiva é marcada pelo mesmo valor de Prize Money para ambas as provas masculinas e femininas. 


Joana Schenker 
Foto: DR 

Bodyboard feminino ao rubro

Entre os portugueses, a campeã nacional, europeia e mundial Joana Schenker passou o seu primeiro heat do ano em segundo lugar, superada pela brasileira Isabela Sousa, considerada a melhor bodyboarder do Mundo, dona de quatro títulos mundiais. 

Foi o primeiro heat da temporada e passei. Penso que a partir daqui, tenho tudo para melhorar”, desabafou Schenker, que não conta com a concorrência de Isabela Sousa na corrida ao título europeu, tendo em conta que a brasileira pode vencer o circuito, mas não sagrar-se campeã. 

As outras principais candidatas ao título também cumpriram as expectativas, com a portuguesa Teresa Almeida e a espanhola das Canárias Alexandra Rinder a passarem às meias-finais. 



Hugo Pinheiro 
Foto: DR 

Favoritos somam e seguem no arranque do Europeu de Bodyboard 

Nos homens, também não houve surpresas: o campeão nacional Daniel Fonseca, o herói local Hugo Pinheiro, o 10 vezes campeão nacional Manuel Centeno e os “top” mundiais Tó Cardoso e Dino Carmo, continuam em prova, sendo que amanhã entram em acão o campeão europeu Alex Uranga e o ex-campeão mundial Pierre Louis Costes

Referência para o bom desempenho dos locais António Azevedo e Hélder “Dicha” Mendes ou do veterano penichense Hélio Conde a mostrarem que podem interferir nas contas do Europeu a partir da ronda três, que se disputa amanhã. 




Muita garra na 1º Etapa do Nacional de Desporto Escolar. 5 regiões em competição com delegações do Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve. 

Em paralelo, no Caparica Primavera Surf Fest 2018, a primeira etapa do Nacional de Desporto Escolar, com muita ação dos jovens surfistas e bodyboarders dos vários núcleos escolares de Norte a Sul do país a fazerem história. 





Onda Soul! Soul! Soul! com HMB, MGDRV, Enoque e Dj Glue na abertura do Caparica Primavera Surf Fest


HMB 
Foto: Florbela Salgueiro 

HMB prometeram e cumpriram. Héber Marques e seus companheiros deram um grande concerto ontem na Caparica, provando que são uma força viva e vital do Soul/Funk nacional. Toda a assistência vibrou do início ao fim.


MGDRV 
Foto: Florbela Salgueiro 

MGDRV arrasaram a Caparica. Um dos maiores expoentes do trap em Portugal, MGDRV entrou como um furacão no palco do CPSF e testaram os graves do PA ao limite com os seus beats profundos e rimas fast’n’furious pondo toda a plateia a saltar. 


Enoque 
Foto: Florbela Salgueiro 

Uma grande estreia do próximo ícone R&B, Enoque na Caparica. Enoque não se intimidou pela responsabilidade e honra de abrir a edição de 2018 do Caparica Primavera Surf Fest, e pelo contrário, entregou um espectáculo dinâmico, e bastante coeso, sendo bastante aplaudido. 


Dj Glue 
 Foto: Florbela Salgueiro 

Dj Glue trouxe uma mala recheada de clássicos. O filho prodígio de Almada, Dj Glue voltou a fazer das suas. Soltou magia em forma de decibéis com a plateia a dançar até ao fecho da noite. Subiu, viu e venceu! 

Fonte






Comentários

Arquivo

Mostrar mais

Nº Visits