A poesia de Pessoa e o vinho de Abel

Tertúlia à volta da mesa. Celebrar o prazer das Letras e o do Vinho, numa prova que Fernando Pessoa não iria certamente perder.

Apreciador de um bom copo de vinho, o poeta Fernando Pessoa tinha o hábito de fazer uma pausa a meio do trabalho para ir até ao “Abel” onde ficava “próximo do paraíso terrestre”. 


O Abel era Abel Pereira da Fonseca, fundador da Companhia Agrícola do Sanguinhal, que mantém ainda hoje a mesma estrutura familiar e explora três quintas na Região Demarcada de Óbidos: Quinta do Sanguinhal, Quinta das Cerejeiras e Quinta de S. Francisco. 


Em homenagem ao poeta e ao fundador da empresa, a Companhia Agrícola do Sanguinhal (CAS) criou o vinho Casabel que propõe descobrir melhor em três momentos de inspiração poética. 




O primeiro acontece a 05 de Abril às 14h00, no Restaurante La Rotonda, Hotel The Westin Palace em Madrid, numa tertúlia à volta da mesa a convite do Turismo de Portugal, com jornalistas e bloggers onde o vinho Casabel vai acompanhar um almoço-degustação bem português, preparado pelo Chef Delfim Soares que inclui Caldo Verde, Bacalhau à Brás, Bife à Café com molho de Porto e Pudim Salgado. 

O segundo momento tem lugar em Lisboa, no dia 20 de Abril às 19h00, na Livraria Barata, o cenário ideal para celebrar o prazer das Letras e o do Vinho, numa prova que Fernando Pessoa não iria certamente perder. 

Por fim, no dia 26 de Abril às 20h00, novamente no Restaurante La Rotonda, Hotel The Westin Palace em Madrid, a poesia volta a ser a musa de mais um jantar pessoano com vinhos Casabel e um menu exclusivo Pessoa elaborado pelo Chef Delfim Soares da Escola de Hotelaria e de Turismo do Porto. 

Ocasiões perfeitas para lembrar o poeta que escreveu: “Boa é a vida, mas melhor é o vinho”.

Fonte





Comentários

Arquivo

Mostrar mais

Nº Visits