Cláudia Nair Oliveira e Victor Escaleira levam azulejo português à Dinamarca

Artistas plásticos portuenses  Cláudia Nair Oliveira e Victor Escaleira apresentam novas criações da azulejaria portuguesa em papel e em madeira. “Memories Of An Identity” estará patente de 05 a 30 de Abril no Espaço VELUX em Copenhaga, Dinamarca. 


A arte de recriar o azulejo português é o trabalho criativo que dois artistas plásticos do Porto levam, em Abril, à Dinamarca. Cláudia Nair Oliveira - mentora do projeto artístico Marias Paperdolls – e Victor Escaleira, escultor, vão expor as suas criações artísticas inspiradas na azulejaria portuguesa. “Memories of an Identity” é o nome da exposição que decorre, entre 05 e 30 de Abril, na cidade dinamarquesa Hørsholm

Na essência desta obra conjunta está a ambição de apresentar ao público novas composições, novos estilos, novas linguagens para a azulejaria portuguesa, retratando a ilustração as várias influências e inspirações que ambos os artistas plástico absorvem, no seu quotidiano. 


Porquê o Azulejo? 


De forte sentido cenográfico descritivo e monumental, o azulejo é considerado como uma das produções mais originais da cultura portuguesa, onde se dá a conhecer, como num extenso livro ilustrado de grande riqueza cromática, não só a história, mas também a mentalidade e o gosto de cada época. Uma arte onde os portugueses têm 500 anos de tradição. 

Partindo do facto ser um símbolo de referência nacional - equacionando a admiração e a paixão que ambos temos pela azulejaria - nasceu a ideia de trabalhar esta arte de azulejar, explorando novos conceitos e abordagens através dos materiais que cada um de nós trabalha como tela: o papel e a madeira. No meu caso, são as minha bonecas - Marias Paperdolls - que vão dar corpo e alma ao azulejo”, explica Cláudia Nair Oliveira

Segundo Victor Escaleira, “este projeto artístico assumiu-se como grande desafio criativo que incidiu na recriação do azulejo tradicional, metamorfoseando-o sem perder a identidade, ou seja, criando apenas um conceito diferente, recorrendo à matéria-prima usada nas nossas obras - papel e madeira – e incorporando inovação e criatividade na produção.” 

A oportunidade de levar a arte alusiva ao azulejo português à Dinamarca surgiu do convite feito pela marca VELUX – um grupo industrial com sede naquele país e com representação em Portugal - que tem criado, há mais de 70 anos, os melhores ambientes habitacionais em todo o mundo. 


Cláudia Nair Oliveira (Mentora do projeto artístico Marias Paperdolls)

Abraça a arte de reciclar papel para construir bonecas artesanais que retratam cultura, património e personalidades. Cada peça conta uma história, defende uma causa, passa uma mensagem, tem ‘Alma e Identidade’. 

As Marias Paperdolls enquadram-se num conceito criativo, contemporâneo e ambiental (material reciclado), e têm no ADN uma essência humanista que gira em torno do universo feminino. Através das inúmeras, variadas e criativas ilustrações, as Marias Paperdolls contam histórias, são rosto de causas e voz de mensagens pelo mundo. 

Espalhadas um pouco por todo o País, as Marias Paperdolls já se internacionalizaram em países como Espanha, França, Itália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Áustria e, brevemente, Japão. 


Victor Escaleira (Escultor) 

Abraça a arte de esculpir madeira, criando obras inspiradas no que o rodeia. Depois de uma passagem de cinco anos a trabalhar ao vivo a madeira numa companhia de teatro, no âmbito de feiras temáticas em Portugal e estrangeiro, faz um interregno desde 2010, voltando ao ativo em 2016, iniciando uma nova fase nos seus trabalhos. 

O seu mais recente projeto criativo foi ao serviço do Município de Valongo, no final de 2017, onde foi co-autor da obra artística intitulada “Cápsula do Tempo” que foi concebida no âmbito das comemorações dos 180 anos do concelho. 

Fonte



Arquivo

Mostrar mais

PUBLICAÇÕES MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 07 DIAS

Imploding Stars e MUAY, com projeção 3D de Miguel F, dia 25 de Maio no Plano B, em mais um concerto da SeteOitoCinco

The Norton’s Project apresentam o single «It’s Time»

Palco Comédia do NOS Alive apresenta alinhamento de dia 14 de Julho

«Viviane canta Piaf» a 09 de Junho no Teatro da Trindade

Couple Coffee anunciam concertos e apresentam novo vídeo

Churky é o o vencedor da 5.ª edição do EDP Live Bands em Portugal

«Das Maravilhosas Coisas Ouvidas». Mónica Samões e José Pelicano de 19 de Maio a 03 de Junho na Aldeia de Castelo Novo, Fundão

Já disponível single e vídeo «Closer feat. Emily Lazar» dos Nowhere To Be Found

André Gonçalves, Lloyd Cole e Luís Fernandes estreiam «Speaking of Chance» dia 24 de Maio no Centro Internacional das Artes José de Guimarães

Papillon confirmado no NOS Alive'18

PUBLICAÇÕES MAIS VISUALIZADAS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Após percorrer o mundo, a «Tragédie» de Olivier Dubois estreia em Portugal, dia 16 de Maio no CCVF em Guimarães

Imploding Stars e MUAY, com projeção 3D de Miguel F, dia 25 de Maio no Plano B, em mais um concerto da SeteOitoCinco

A Arte ganha movimento e ação no CIAJG

«Mozart e Arriaga - A Idade do Génio». Em Maio a OCCO apresenta Juan Crisóstomo Arriaga ao público e convida os solistas Andrea Turini, dia 05, e Elena Tansky dia 12

Dixit regressam aos palcos no ano em que comemoram 25 anos de Rock

West Coast Man e Laudo dia 10 de Maio na Biblioteca Municipal Almeida Garrett

Professor Jorge apresenta novo tema «O Circo Chegou à Cidade» já disponível em formato digital

Mozart & Salieri pela Metropolitana a 12 de Maio no Teatro Thalia

The Norton’s Project apresentam o single «It’s Time»

Palco Comédia do NOS Alive apresenta alinhamento de dia 14 de Julho

PUBLICAÇÕES MAIS VISUALIZADAS DE SEMPRE

«Madeira» primeiro single do novo trabalho de Carlos Nóbrega já disponível

Guitarrista José Negrin com novo álbum «Rough Pearl»

Após percorrer o mundo, a «Tragédie» de Olivier Dubois estreia em Portugal, dia 16 de Maio no CCVF em Guimarães

Fado Lelé na Banda Sonora da novela «Espelho D'Água»

Namorados da Cidade apresentam primeiro álbum a 16 de Fevereiro em formato digital

Kate Mirson apresenta novo single «Please Don’t Leave Me» a 09 de Março em formato digital

Programa do II Festival Beja na Rua

A.M.A. apresentam single «Eu Não Sei» a 06 de Outubro em formato digital

Orquestra Filarmonia das Beiras e Universidade de Aveiro festejam Aniversário com concerto a 15 Dezembro no Teatro Aveirense






Nº Visits _ por blogger