«Das Maravilhosas Coisas Ouvidas». Mónica Samões e José Pelicano de 19 de Maio a 03 de Junho na Aldeia de Castelo Novo, Fundão

«Das Maravilhosas Coisas Ouvidas», o projecto de Mónica Samões e José Pelicano, dá continuidade a um trabalho de experimentação e criação de objectos artísticos realizados com (e para) crianças sobre a linguagem, e vai estar em Residência Artística de 19 de Maio a 03 de Junho na Aldeia de Castelo Novo, Fundão. 


Fotografia © JAPP 

«Tendo como ponto de partida a desconcertante paradoxografia homónima (dita) de Aristóteles, Das Maravilhosas Coisas Ouvidas pretende mobilizar os recursos da cultura popular tradicional - entendida como matéria em permanente transformação e de uma surpreendente plasticidade, colectiva, anónima, fantástica, subjectiva e livre - e estabelecer um diálogo entre o universo temático das inúmeras declinações regionais do património oral tradicional e aquele que é o universo e meio de expressão privilegiado da infância: o seu imaginário e a sua capacidade de elaboração de novas cosmovisões. 

Das Maravilhosas Coisas Ouvidas dá continuidade a um trabalho de experimentação e criação de objectos artísticos realizados com (e para) crianças sobre a linguagem. É um projecto de longa duração que será desenvolvido ao longo de dois anos (2018-19) com escolas de duas regiões distintas do país - Beira Interior e Algarve.» 

Um projecto de Mónica Samões e José Pelicano 
Co-Produção: Câmara Municipal do Fundão / A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes 
Residência Artística: Casa Grande da Barroca e Castelo Novo, Fundão, LAC - Laboratório de Actividades Criativas, Lagos 
Parceria: Agrupamento de Escolas do Fundão, Escola EB2.3 das Naus 
Apoio: Câmara Municipal de Lagos 





Comentários