Festival Internacional de Música do Algarve convida a passar serão em Albufeira e na companhia de uma das obras-primas de Franz Schubert

Inspirado nos saraus musicais vienenses onde Franz Schubert gostava de dar a conhecer os seus novos trabalhos aos amigos, o FIMA – Festival Internacional de Música do Algarve apresenta “Schubertíada”, a proposta para um ‘serão clássico’ no Auditório Municipal de Albufeira, no dia 10 de Maio, pelas 21h00. 



Procurando recordar esses encontros, a Orquestra Clássica do Sul prepara um concerto com um agrupamento de música de câmara - um octeto, com vista a interpretar uma das obras-primas do compositor, selecionada entre o seu repertório de música de câmara. 

O “Octeto em Fá Maior, D. 803” foi composto por Schubert em 1824 e consiste numa serenata que foi posteriormente expandida para um ensemble misto. Com momentos distintos, como um solo entregue ao clarinete, um trio inspirado em dança folclórica e ainda momentos de enorme virtuosidade instrumental, o octeto mais famoso de Franz Schubert irá preencher o programa da próxima quinta-feira, dia 10 de Maio, em Albufeira. 

Natural da Áustria, Franz Schubert foi um compositor do fim da época clássica e é reconhecido como um dos melhores compositores do século XIX, tendo-se destacado na composição de música de câmara. A sua música apresenta um estilo assumidamente harmonioso e melódico. 

O concerto “Schubertíada”, integrado no FIMA 2018, terá lugar no dia 10 de Maio, quinta-feira, no Auditório Municipal de Albufeira, pelas 21h00. Os bilhetes podem ser adquiridos no local do espectáculo, no dia do concerto a partir das 20h00, ou através de www.bol.pt.





Comentários