Grace Évora celebra 30 anos de carreira a 07 de Julho no Coliseu dos Recreios

Da Holanda para Portugal... Grace Évora vai trazer a digressão de comemoração dos seus 30 anos de carreira ao Coliseu de Lisboa, a 07 de Julho. E não vem sozinho.



Para celebrar esta data especial, o músico cabo-verdiano vai apresentar o seu novo álbum "2069". Composto por 18 inéditas faixas, este é um trabalho em que o artista pretende demonstrar um amadurecimento e experiências vividas ao longo desses 30 anos de carreira. E, porque de duetos com artistas nacionais e internacionais - que transcendem idades e fronteiras abrangendo, assim, todas as gerações- se compõe o seu mais recente disco, Grace Évora vai subir ao palco com vários amigos convidados. Maya Cool, Micas Cabral e Beto Dias são alguns dos nomes já revelados.

Cantor premiado, compositor e baterista há mais de duas décadas, é considerado um dos artistas mais bem-sucedidos na música luso-africana. Em 2018, o “guru” da música tropical cabo verdiana atua num dos maiores palcos portugueses, com a promessa de levar até ao público os hits do mundo da kizomba das últimas três décadas e coladera - dois estilos musicais onde o cantor se destaca.

Na sua carreira, Grace Évora regista espectáculos esgotados em toda a Europa, África e América do Norte, inúmeros hits de sucesso como Bia, Lolita e El e Sabim, álbuns intemporais, incluindo, "Total Love", "Romance", e "Aventura", bem como colaborações com conceituados artistas africanos.


Sobre Grace Évora

Nasceu na Ilha de São Vicente, em Cabo Verde, mas foi na Holanda, país para onde emigrou com os seus pais durante a juventude, que iniciou a sua carreira. Na Europa, no seio de uma família musicalmente talentosa, Grace conheceu outros artistas cabo-verdianos com quem trabalhou e, consequentemente, lançou a sua carreira como artista.

Os seus primeiros passos para prosseguir esta arte como profissão, fazem-nos recuar no tempo, a duas bandas populares de Cabo Verde e da Holanda: Splash e Livity. Foi com o sucesso do clássico “Bia”- gravado com esta última banda, à qual se juntou em 1980- que Grace se apresentou ao mundo como vocalista e artista a solo.

Fonte






Comentários