Museu da Marioneta com um programa variado para celebrar o Dia Internacional dos Museus a 18 e 19 de Maio

Sérgio Godinho, acompanhado por Filipe Raposo; Danças verticais com Magalie Lanriot; Dança Clássica Indiana com degustação de produtos tradicionais; e exposição «Sombras», um programa variado para celebrar o Dia Internacional dos Museus, 18 e 19 Maio, no Museu da Marioneta



Cantor, compositor, escritor, actor (de teatro e cinema), Sérgio Godinho é, para citar uma das suas canções, o verdadeiro, «o homem dos sete instrumentos». Em palco, aventurou-se recentemente numa parceria inédita – um recital de voz e piano. “Explorar de uma outra forma as minhas canções foi uma bela maneira de pensar em mim próprio e nas vidas criativas que fui atravessando. Escolhi algumas entre muitas, de amores desamores confortos desconformidades redenções, e convidei apenas um pianista, o grande Filipe Raposo, para me acompanhar.” 

Sérgio Godinho, acompanhado por Filipe Raposo 

Concerto voz e piano 
Dia 18 Maio, às 21h30, com entrada livre. 



 ↹

Inspirado na personagem Emma de Madame Bovary, La salle des pas perdus é um quadro de sonhos ainda por acontecer. Duas mulheres nascem da contemplação do público, dos desejos eternamente insatisfeitos e dos impulsos apaixonados, reprimidos e em suspensão. 

La salle des pas perdus 

Magalie Lanriot 
Danças verticais – fachada do Convento das Bernardas 
Dia 18 Maio, às 23h30, com entrada livre 



 

Sombras nasce da apresentação aos alunos dos cursos de Fotografia e Cultura Visual e de Ciências da Comunicação (do IADE – Universidade Europeia) do conto tradicional do Ramayana. Explorando a relação entre o texto e a sua interpretação pela fotografia, Sombras é um exercício de estética e de narrativa, uma história por imagens. 

Sombras 

Exposição 
IADE – Universidade Europeia 
Dia 19 Maio, às 21h00, com entrada livre. 



 ⇄

O Kathak é uma das formas de Dança Clássicas mais importantes da Índia, representando a síntese de duas culturas: Hindu e Islâmica. Era a dança dos contadores de histórias («katha» quer dizer história e «Kathak» quer dizer «aquele que conta uma história»). 

No final haverá uma mostra/degustação de produtos tradicionais. 


Paisagens Indianas 

Dança Clássica Indiana + degustação de produtos tradicionais 
Coreografia de Lajja Sambhavnath 
Apoio: Comunidade Hindu de Lisboa 

Dia 18 Maio, às 22h00, com entrada livre.




Comentários