Museu da Marioneta com um programa variado para celebrar o Dia Internacional dos Museus a 18 e 19 de Maio

Sérgio Godinho, acompanhado por Filipe Raposo; Danças verticais com Magalie Lanriot; Dança Clássica Indiana com degustação de produtos tradicionais; e exposição «Sombras», um programa variado para celebrar o Dia Internacional dos Museus, 18 e 19 Maio, no Museu da Marioneta



Cantor, compositor, escritor, actor (de teatro e cinema), Sérgio Godinho é, para citar uma das suas canções, o verdadeiro, «o homem dos sete instrumentos». Em palco, aventurou-se recentemente numa parceria inédita – um recital de voz e piano. “Explorar de uma outra forma as minhas canções foi uma bela maneira de pensar em mim próprio e nas vidas criativas que fui atravessando. Escolhi algumas entre muitas, de amores desamores confortos desconformidades redenções, e convidei apenas um pianista, o grande Filipe Raposo, para me acompanhar.” 

Sérgio Godinho, acompanhado por Filipe Raposo 

Concerto voz e piano 
Dia 18 Maio, às 21h30, com entrada livre. 



 ↹

Inspirado na personagem Emma de Madame Bovary, La salle des pas perdus é um quadro de sonhos ainda por acontecer. Duas mulheres nascem da contemplação do público, dos desejos eternamente insatisfeitos e dos impulsos apaixonados, reprimidos e em suspensão. 

La salle des pas perdus 

Magalie Lanriot 
Danças verticais – fachada do Convento das Bernardas 
Dia 18 Maio, às 23h30, com entrada livre 



 

Sombras nasce da apresentação aos alunos dos cursos de Fotografia e Cultura Visual e de Ciências da Comunicação (do IADE – Universidade Europeia) do conto tradicional do Ramayana. Explorando a relação entre o texto e a sua interpretação pela fotografia, Sombras é um exercício de estética e de narrativa, uma história por imagens. 

Sombras 

Exposição 
IADE – Universidade Europeia 
Dia 19 Maio, às 21h00, com entrada livre. 



 ⇄

O Kathak é uma das formas de Dança Clássicas mais importantes da Índia, representando a síntese de duas culturas: Hindu e Islâmica. Era a dança dos contadores de histórias («katha» quer dizer história e «Kathak» quer dizer «aquele que conta uma história»). 

No final haverá uma mostra/degustação de produtos tradicionais. 


Paisagens Indianas 

Dança Clássica Indiana + degustação de produtos tradicionais 
Coreografia de Lajja Sambhavnath 
Apoio: Comunidade Hindu de Lisboa 

Dia 18 Maio, às 22h00, com entrada livre.




Comentários

Publicações Anteriores

Mostrar mais

Mais lidas na última semana

Mais lidas no último mês

Mais lidas no último ano

Nº Visits