Somboon Hormtientong retrata Portugal a carvão. Exposição inaugura no Museu do Oriente a 21 de Junho

Museu do Oriente assinala 507 anos de amizade Portugal-Tailândia. Um dos maiores artistas abstractos tailandeses da atualidade, Somboon Hormtientong, retratou a sua vivência em Portugal num conjunto de desenhos a carvão que reuniu para uma exposição que inaugura no Museu do Oriente, a 21 de Junho, às 18h30. 



Na sequência de um convite da Embaixada Portuguesa na Tailândia, Somboon Hormtientong visitou Portugal em 2014 a propósito da exposição “O Laço da Amizade: 504 Anos de Relações Luso-Tailandesas”. Agora, numa continuidade desse momento, este conjunto de trabalhos a carvão mostra a inspiração e o conceito por detrás das culturas tailandesa e portuguesa, através de um universo simbólico que espelha a semelhança na diversidade e a longa relação entre estes dois países. 

Retratos de acontecimentos e de lugares, em tons de branco e preto, intercalados por imagens abstractas da “energia” que recolheu de tudo o que encontrou em Portugal, contidas em formas semelhantes a postais, em memória da sua visita ao nosso país e dos dias e noites passados no Convento da Arrábida, são mostrados ao público até 9 de Setembro. 

No dia 22 de Junho, sexta-feira, às 18h30, o artista orienta uma visita à sua exposição, de entrada livre, limitada a 25 participantes. 

Somboon Hormtientong (n. 1949) é um reconhecido artista tailandês, originário de Banguecoque, onde foi discípulo de um dos grandes mestres do abstracionismo, Tang Chang, antes de prosseguir estudos em Munique, na Alemanha. O seu processo criativo foca-se na desconstrução do pensamento, variando entre técnicas de desenho, pintura, escultura e instalação. 



Exposição de Somboon Hormtientong – Desenho a Carvão 
Inauguração | 21 Junho | 18h30 
Até 9 Setembro 
Horário: terça-feira a domingo, 10h00-18h00 
(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22h00, com entrada gratuita a partir das 18.00) 
Preço: 6 € 


Visita orientada pelo artista 
22 Junho | 18h30 | Entrada livre





Comentários