«Confabulações» de John Berger

«Confabulações» ("Confabulations"), um livro de ensaios, escrito em 2016, e um dos últimos trabalhos de John Berger, nunca antes publicado em Portugal, é editado este mês pela Relógio d'Água, com tradução de Maria Eduarda Cardoso. 



Sinopse 

«'Uma língua falada é um corpo, uma criatura viva […]. E o lugar onde esta criatura reside é tanto o que não se diz quanto o que se diz.

O trabalho de John Berger revolucionou o modo como entendemos a linguagem visual. Neste novo livro, o autor escreve sobre a linguagem em si, e como se relaciona com o pensamento, a arte, a música, a narrativa e o discurso político contemporâneo. 

O livro inclui ainda os desenhos, notas, memórias e reflexões de Berger, que vão desde Albert Camus ao capitalismo global. Confabulações mostra-nos 'o que é verdadeiro, essencial e urgente'». 

John Berger morreu em Janeiro de 2017 deixando uma vasta obra publicada, de várias dezenas de romances, ensaios, artigos na imprensa, poesias, guiões de cinema - escritas com o realizador suíço Alain Tanner -, peças de teatro e algumas pinturas, atualmente expostas nas galerias Wildenstein, Redfern e Leicester, em Londres. 




Comentários