«pregrinACTION – uma cartografia da Pós Saudade»: exposição integrada na XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira inaugura hoje em Monção

Vinte obras de 20 artistas galegos e portugueses na exposição “pregrinACTION – uma cartografia da Pós Saudade” que inaugura hoje, às 18h00, em Monção, na Galeria Municipal – Cine Teatro João Verde, no âmbito da XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira


Do Carmo Vieira. Memórias VI, 2016
óleo sobre tela
100×100 cm


Juntando-se à Alfândega da Fé, o concelho de Monção é o segundo polo expositivo a testemunhar em 2018 a descentralização cultural da XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira, apresentando 20 artistas de nacionalidade portuguesa e espanhola. 

Sublinhando a condição raiana da bienal mais antiga do país e da Península Ibérica, 10 artistas portugueses e 10 espanhóis debatem a vanguarda que une estes dois países, tão próximos na sua história. Num projeto que procura recuperar o espírito do grupo ATLÁNTICA, surgido em 1980, estes autores geracionalmente próximos, dão corpo a uma exposição que se diversifica nas linguagens e se intensifica nas mensagens, combinando pintura, vídeo, fotografia e novos média. 

O objetivo da descentralização cultural tem sido sobretudo criar espaços de encontro, interação e divulgação de ideias e criar oportunidades de projeção para artistas nacionais e internacionais e esta mostra cumpre precisamente com este desígnio”, refere o Presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernando Nogueira

A exposição, que estará patente até 23 de Setembro, tem como curadores Antón Sobral Iglesias, Helena Mendes Pereira e Ricardo de Campos, e integra obras de Alejandra Lago Alejandre, Erik Rade, Yatir Fernandez, Carmen Hermo, Maria Xose Dominguez, Tino Canicoba, Miguel Pereira, Basilisa Fiestras Cachafeiro, Xulio Gil, Anton Sobral, Bruno Marques, Do Carmo Vieira, Ricardo De Campos, Alexandre Rola, Agostinho Santos, Henrique Do Vale, Patrícia Oliveira, Marco Rodrigues, Manuela Pimentel e Raúl Ferreira.

De recordar que, assinalando os seus 40 anos e voltando-se a realizar em anos pares, a XX Bienal Internacional de Arte de Cerveira regressa este ano, voltando a marcar o calendário nacional de eventos de 10 de Agosto a 23 de Setembro, sob o tema “Artes Plásticas Tradicionais e Artes Digitais – O Discurso da (Des)ordem”. 

Artistas Representados (ES): Alejandra Lago Alejandre, Erik Rade, Yatir Fernandez, Carmen Hermo, Maria Xose Dominguez, Tino Canicoba, Miguel Pereira, Basilisa Fiestras Cachafeiro, Xulio Gil, Anton Sobral 

Artistas Representados (PT): Bruno Marques, Do Carmo Vieira, Ricardo De Campos, Alexandre Rola, Agostinho Santos, Henrique Do Vale, Patrícia Oliveira, Marco Rodrigues, Manuela Pimentel, Raúl Ferreira 


Patente até 23 de Setembro 2018 
Horário: Terça a sexta-feira, 14h00-18h00 
Morada: Largo da Alfândega 1, 4950-432 Monção





Comentários